Gazeta Regional Brasil

Universidade Federal do Paraná desenvolve vacina contra a Covid-19


26/04/2021 - Fonte: Rádio Agência Nacional

O imunizante não precisa de insumos importados, e pode ser produzido 100% no país.

 Uma nova vacina desenvolvida pela Universidade Federal do Paraná, a UFPR, pode ser mais uma alternativa no combate a covid-19. A vacina está em fase pré-clínica, ainda de testes em animais.

 Nesta segunda-feira, a universidade assinou convênio com o Governo do Paraná que disponibilizou cerca de R$ 1 milhão para a conclusão desta fase da pesquisa.

 O reitor da instituição, professor Ricardo Marcelo Fonseca, afirma que a vacina pode garantir uma soberania tecnológica ao país.

 O imunizante não precisa de insumos importados, e pode ser produzido 100% no país. Também não precisa ser armazenado em baixas temperaturas, com os testes indicando que pode ser conservado em temperatura ambiente.

 A perspectiva é que a vacina tenha o custo mais barato do mercado, de R$ 5,00 a R$ 10,00 a dose, e uma eficácia maior que o imunizante da Astrazeneca, produzido pela Fiocruz.

 A vacina da UFPR é desenvolvida com uma tecnologia diferente das vacinas contra a covid disponíveis. Ela utiliza nanopartículas de um polímero biodegradável revestido com uma proteína do coronavírus que induz a criação de anti-corpos contra a covid 19.

 Os pesquisadores ainda estudam a possibilidade de aplicação dessa vacina através de um spray nasal, o que facilitaria a imunização. A previsão é que, em seis meses, a Universidade Federal do Paraná solicite à Anvisa a aprovação de testes clínicos em humanos.

 O projeto foi financiado inicialmente pelo CNPQ com R$ 230 mil para o início da pesquisa. Os cortes no orçamento para ciência e educação ainda preocupam os pesquisadores, que avaliam ser necessário cerca de 50 milhões de reais para a fase de testes em humanos.

Texto: Rádio Agência Nacional

Edição: Claudenir Sodré/ Gazeta Regional Online

Imagem: reprodução