Gazeta Regional Agronegócio

Preços de boi, milho e soja disparam nesta terça 09/09/2021


09/03/2021 - Fonte: Canal Rural

Enquanto isso as cotações da saca de café sofrem uma queda

  • Boi: arroba supera R$ 307 em São Paulo
  • Milho: preços seguem avançando e renovando recordes
  • Soja: cotações disparam seguindo Chicago e câmbio
  • Café: arábica interrompe queda em Nova York após seis dias
  • No exterior: juros dão alívio nos EUA e mercados ensaiam recuperação após crise no Texas
  • No Brasil: dólar encosta em R$ 5,90 com decisão do ministro Fachin, superando queda de 1,6% de ontem (08/03)

Boi: Arroba passa de R$307 em SP

   O indicador da arroba do boi gordo do Cepea calculado com base em valores de São Paulo registrou recorde. O valor ultrapassou o dia anterior de R$301,10, chegando a soma de R$307,50 por arroba.

Milho: Preços avançam novos recordes

   Cotação variou 0,63% em relação ao dia anterior e passou de R$ 89,07 para R$ 89,63 por saca. No mercado futuro, os contratos negociados na B3 recuaram. O vencimento para março passou de R$ 90,89 para R$ 90,64 e o para maio foi de R$ 95,90 para R$ 94,6 por saca.

Soja: Cotações em alta, seguindo Chicago

    A cotação variou 2,12% em relação ao dia anterior e passou de R$ 174,34 para R$ 178,03 por saca, nova máxima histórica da série. Em Chicago, o contrato com vencimento para maio, o mais negociado atualmente, valorizou 0,25% e passou de US$ 14,3 para US$ 14,336 por bushel, nova máxima de fechamento do ano.

   Com o avanço tardio das colheitas no Brasil, o ritmo das exportações acelerou. Foram exportadas 2,42 milhões de toneladas de grãos na primeira semana de março, resultando em uma média diária de 483,34 mil toneladas ao dia, isto é, um volume 403% maior que a média registrada em fevereiro.

    O café arábica negociado na Bolsa de Nova York interrompeu as baixas e teve uma leve alta. O contrato com vencimento para maio, o mais líquido no momento, teve alta de 0,23% e passou de US$ 1,2885 para US$ 1,2915 por libra-peso.

    No Brasil, apesar da forte valorização do dólar em relação ao real e dessa leve alta no exterior, o indicador do Cepea teve o quarto dia seguido de baixa. A cotação caiu 0,69% e passou de R$ 735,85 para R$ 730,76 por saca. E a expectativa é que ao fim da colheita novos recordes sejam superados. 

    Por: Bruno Bonilha/Gazeta Regional Online

    Imagem: Reprodução