Gazeta Regional Camaquã

Secretário da Administração e Planejamento Marcos Maranata, esclareceu dúvidas sobre o Programa de Pavimentação Comunitária


09/11/2018 - Fonte: Ascom - PM Camaquã

O Governo Municipal através do Secretário Municipal da Administração e Planejamento, Marcos Maranata em entrevista a mídia local, na manhã de quarta-feira (07), esclareceu a forma como o munícipe reivindica a colocação de calçamento em sua rua pelo Programa de Pavimentação Comunitária, o qual conta com a participação do Poder Público e dos moradores.

Lembrando que as ruas Paulo Belchior da Costa, José Edson Tavares, João Assis Viégas e Hugo Birck encontram-se em fase de conclusão do processo para assinatura do contrato junto ao poder público e após a adesão dos moradores, bem como o pagamento de 50% do valor do projeto, este dará início a obra.

O município conta com aproximadamente 9 mil m² de bloquetos confeccionados na fábrica de pré-moldados, no Distrito Industrial, que tem capacidade de produção de cerca de 120 m² dia. O bloqueto produzido está dentro das normas requeridas para a boa qualidade e durabilidade do piso, a Universidade Federal de Pelotas está fazendo a análise dos bloquetos, os quais são escolhidos aleatoriamente entre a produção.

 

O que devo fazer para solicitar o calçamento

O primeiro passo a ser seguido pelos moradores é a realização do abaixo assinado, que deve ser protocolado na prefeitura municipal, indicando o trecho solicitado, que logo após estará sendo encaminhada a Secretaria da Infraestrutura e dos Transportes. Haverá o deslocamento de equipe para verificar a quadra, realizar as medições, o levantamento topográfico da área a ser calçada e o número de lotes, para montar a planilha. Assim que esta etapa estiver concluída, retorna para realizar o novo registro de preços para calcular o custo da obra. Em seguida, os moradores terão que montar a comissão que indicará um representante. Este representante irá posteriormente apresentar a planilha de custos em reunião com todos os solicitantes da pavimentação, no momento em que houver o acordo de todos com o valor, será formalizado o contrato para a assinatura.

Na assinatura do contrato, o proprietário poderá escolher a forma de pagamento, á vista ou até 12 vezes o valor total da sua cota no cartão de crédito, ou ainda realizando o pagamento de 50% em 30 e 60 dias, e o restante podendo ser parcelado em até 30 meses. As obras iniciam no momento em que for quitado 50% do pagamento.

Publicidade: