Gazeta Regional Camaquã

#RSpagueHNSA: Comunidade Camaquense adere a campanha dos funcionários do Hospital


09/11/2018 - Fonte: Igor Garcia - Portal Gazeta Regional On Line

Conforme o Diretor Presidente do Hospital Nossa Senhora Aparecida de Camaquã, José Almiro Chagas de Alencastro, havia antecipado na última quarta(7), no programa Ligação Direta, da Rádio Camaquense AM 1060, o Hospital passa por um momento delicado financeiramente.

O Estado não repasso os recursos para a entidade à 3 meses.

Ontem, quinta-feira(8) outra questão veio á tona.

Os cerca de 420 funcionários do Hospital Nossa Senhora Aparecida de Camaquã (HNSA) ainda não receberam os salários referente ao mês de outubro, que deveria ser pago na quarta-feira (7). O motivo é a falta de repasses do Governo do Estado do Rio Grande do Sul à fundação que administra a instituição de saúde.

O valor total da folha de pagamento do hospital corresponde a mais de R$ 800 mil, que deixam de circular inclusive na economia local. Além dos colaboradores, fornecedores também estão sendo atingidos pelo não pagamento dos repasses do Governo do Estado. Alguns prestadores de serviços, como os médicos, estão sem receber desde agosto deste ano.

Hoje, sexta(9), a direção do HNSA participa em Porto Alegre de uma assembleia extraordinária na Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do RS, que possui mais de 260 instituições de saúde filiadas, com o objetivo de pressionar o pagamento dos valores devidos, um problema de outros hospitais do RS.

Os funcionários do hospital local estão publicando nas redes sociais a hashtag #RSpagueHNSA, pedindo que o Estado pague os repasses ao Hospital Nossa Senhora Aparecida.

Assim que a comunidade Camaquense soube do porque da #RSpagueHNSA , a campanha foi aderida em massa.

O perfeil da Gazeta Regional no Facebook vem recebendo desde ontem muitas manifestações de internautas apoiando a causa e preocupados com a situação do HNSA.

Publicidade: