Gazeta Regional Estado

Servidores do RS devem começar a receber salários de outubro no dia 12 de novembro


31/10/2018 - Fonte: G1 RS

O governo do Rio Grande do Sul anunciou nesta quarta-feira (31) a data que deve começar a pagar a folha salarial do mês de outubro para os servidores do estado. Será apenas em 12 de novembro. O valor ainda dependerá do ingresso de receita nos cofres públicos até esta data.

Desde o começo do pagamento de forma escalonada, em setembro de 2017, o governo nunca havia deixado de depositar a primeira parcela no fim do mês.

Desde então, o pagamento é feito da seguinte forma: quem recebe menos, tem o depósito realizado primeiro. Antes disso, os valores eram parcelados devido à escassez de recursos nos cofres do estado.

 

Datas dos pagamentos desde o começo do escalonamento:

 

 

  • Setembro de 2017 - 29/09
  • Outubro de 2017 - 31/10
  • Novembro de 2017 - 30/11
  • Dezembro de 2017 - 28/12
  • Janeiro de 2018 - 31/01
  • Fevereiro de 2018 - 28/02
  • Março de 2018 - 28/03
  • Abril de 2018 - 30/04
  • Maio de 2018 - 30/05
  • Junho de 2018 - 29/06
  • Julho de 2018 - 31/07
  • Agosto de 2018- 31/07
  • Setembro de 2018 - 28/9
  • Outubro de 2018 - 12/11

 

Além disso, foi anunciado o pagamento da 10ª parcela atualizada do 13º salário do ano de 2017, e das indenizações do atraso da folha de setembro. Os valores foram depositados nesta quarta (31). Eles representam a utilização de R$ 111 milhões. Serão necessários outros R$ 180 milhões para concluir o pagamento da folha de setembro.

Ainda ficaram pendentes os montantes das consignações bancárias. São valores que o servidor autoriza descontar dos seus vencimentos nas instituições bancárias (empréstimo consignado e outros) ou entidades sindicais.

A Secretaria Estadual da Fazenda prevê pagar as consignações no dia 9 de novembro, quando começa o calendário mensal de recolhimento do ICMS.

A parte líquida da folha de outubro é de R$ 1,2 bilhão, sem considerar os valores das consignações. Ao todo, o Executivo contempla mais de 342 mil vínculos entre ativos, inativos e pensionistas.

Publicidade: