Gazeta Regional Dom Feliciano

Prefeito Clênio Boeira: “Conseguimos estancar a sangria”


06/10/2018 - Fonte: Mirko Morelli - Gazeta Regional Online

Na quarta parte da entrevista sobre Dom Feliciano, o prefeito Clenio Boeira destaca as demandas judiciais que a administração enfrenta e o aumento do piso salarial do Magistério Municipal.

 

Gazeta: Como está a questão do Piso Salarial do magistério?

Prefeito Clênio: Quando entreguei o governo em 2012, estávamos cumprindo a Lei Federal, que determina um valor mínimo que o professor na ativa deve receber. De lá para cá, o piso recebeu reajustes - alguns até acima da inflação, e o prefeito anterior não fez a reposição destes valores. Isso acabou criando descasamento entre os valores do piso e o que eles efetivamente recebem.

Hoje, temos uma série de demandas judiciais por parte dos profissionais – cerca de 120, num contingente de 160 que entraram na justiça contra o município. Precisamos pagar este passivo, além de cumprir a lei do Piso. Através de Lei, aprovada pela Câmara, reajustamos o salário do magistério e estamos administrando todo este passivo, que está na justiça e que irá gerar uma série de precatórias – RPVs, que a Prefeitura deverá pagar ao longo do tempo. Estancamos a sangria - a partir deste mês, está pagando o piso e, com isto, não vai mais gerar outro passivo.

Publicidade: