Gazeta Regional Dom Feliciano

Dom Feliciano tem urgência em recursos para recuperação das estradas rurais


02/10/2018 - Fonte:

A Gazeta Regional Online entrevistou ontem (1), o prefeito de Dom Feliciano, Clenio Boeira, sobre a Situação de Emergência que o Município enfrenta, somando prejuízos somente na infraestrutura urbana e rural em torno de R$ 350 mil, devido ao excesso de chuvas. O prefeito também fez um balanço dos dois anos de administração e as principais metas até o final do mandato, além de analisar as eleições que se aproximam.

Os principais assuntos abordados, você lê a partir de hoje na Gazeta Regional Online.

 

Dom Feliciano

O Município que tem uma extensão de aproximadamente 1.600 quilômetros de estrada e já foi reconhecido por possuir o melhor parque de máquinas da região – na gestão passada da administração Clenio, hoje carece de renovação, o que vem conseguindo, somente, através de emendas parlamentares, já que não há investimentos por parte do governo federal.

O executivo está encaminhando para Câmara de Vereadores pedido de autorização para financiar uma escavadeira hidráulica, uma motoniveladora nova e um caminhão prancha para transportar estas máquinas pelo interior, além de realizar força tarefa, em conjunto com as secretarias para reestabelecer a normalidade no cenário municipal.

Dom Feliciano também foi prejudicado no início do ano com a seca, tendo a emergência da situação reconhecida pelo Governo do Estado e Ministério da Integração Nacional. “Dos R$ 303 mil que solicitamos de apoio, recebemos R$ 3 mil em cestas básicas”, lamenta o prefeito. Hoje, o Município ainda aguarda recurso sinalizado pelo Governo do Estado para conservação de estradas, processo que está em fase final de conclusão, “só faltando o repasse financeiro”, diz o prefeito.

 

Gazeta: O que as enxurradas causaram em Dom Feliciano?

Prefeito Clenio - Nós tivemos precipitações de chuvas bem acima da média, mas no último 24 de setembro, a precipitação foi de 110 mm em menos de 12 horas. Esta chuva causou estragos, afetando, principalmente, pontes, bueiros, estradas além de problemas na agricultura, transporte escolar, de pacientes, atendidos pela Secretária de Saúde. Por conta desta situação, tivemos 12 pontes, 13 bueiros e 400 km de estradas danificados, prejuízo estimado pela Defesa Civil do Município de R$ 338 mil reais na Infraestrutura Urbana e Rural. Decretamos Situação de Emergência, estamos encaminhando toda documentação para Defesa Civil do Estado, que vai avaliar, e depois será encaminhado para o Ministério da Integração Nacional. Já tivemos Situação de Emergência no início do ano – só que era seca. Dom Feliciano tem cerca de 1500 km de estradas para conservar, e uma enxurrada desta natureza nos causa grande prejuízo. Colocar o Município em condições não ocorre de um dia para o outro, em virtude da extensão - mais de 80 km entre uma divisa e outra.

Publicidade: