Cultura e Lazer

Ricardo Cordeiro lança o CD autoral ‘Mares do Sul’


14/06/2018 - Fonte: Catullo Fernandes

No próximo dia 21 de junho (quinta-feira) às 20 horas, o cantor e compositor Ricardo Cordeiro, acompanhado por um seleto grupo de músicos, entre eles o baterista camaquense Fernando Sefrin, sobe ao palco do Teatro do Sesc. Na oportunidade ele lança o seu primeiro CD autoral, com o sugestivo título “Mares do Sul”, que também dá nome ao espetáculo. O show, com cenário assinado por Guel Fernandes, conta com a participação especial das cantoras do projeto Deusas Urbanas: Shanti Lu Pauli e Luana Fernandes, que também cantam no disco. Ingressos antecipados no Sesc (3671.6492) ou pelo telefone 99613.9611.

O músico Ricardo Cordeiro tem forte identificação com Camaquã, onde há cerca de vintes anos é professor de violão e técnica vocal na Sol Maior Academia de Música, atualmente instalada no Colégio Contemporâneo. Por suas aulas já passaramuma geração de jovens talentosos, e que hoje atuam na cena musical do Estado, entre elas a cantora camaquense Luana Fernandes, que em breve também estará lançando seu CD autoral “Lua de Outubro”.

Ricardo é natural de Rio Grande, mas há muitos anos está radicado em Porto Alegre, onde desenvolve sua profissão e também realiza shows em vários espaços culturais da capital. Em sua trajetória já obteve diversas conquistas em festivais de música, e gravou com importantes cantores gaúchos, sempre emprestando a estas interpretações o toque requintado de seu violão.“Minha vinda para Camaquã, e mais tarde a produção do espetáculo de bossa nova em homenagem a Tom Jobim, na Feira do Livro de 2006, foi um divisor de águas na minha carreira”, lembra o músico.

O CD “Mares do Sul” é composto por 12 composições próprias, onde se destacam as canções “Pra quem chega”, “Inadequado”, “Nau”, “Ao som que vem” e “Chama”, uma parceria com a escritora Letícia Wierzchowski, autora do romance “A casa das sete mulheres”. O trabalho, que foi contemplado em edital da Secretaria da Cultura de Porto Alegre, com gravação no estúdio Geraldo Flach, é assinado pela ‘Ao Vivo Produções’, e foi masterizado por André Birk, reconhecido técnico de som atualmente radicado em Londres.

Ricardo Cordeiro, que também é responsável pela direção musical, criou arranjos cuidadosos estimulado por sua convivência com importantes músicos. Suas canções encantam pela musicalidade, onde o artista mescla jazz, samba e flamenco, com letras que enaltecem as belezas naturais das lagoas e rios da Costa Doce, que desaguam em Rio Grande, sua terra natal. Em cada uma das faixas o som deste mar riograndino misturado ao sal dos cascos dos navios, que atravessam o oceano Atlântico,fica sussurrando feito concha acariciando o ouvido daqueles que apreciam a boa música popular brasileira.

Foto: Divulgação Criarte

Publicidade:
Publicidade: