Gazeta Regional Região

Situação dos contratos da BR-116 é tratada em Brasília


16/05/2018 - Fonte:

A retomada das obras de duplicação da BR-116 entre Guaíba e Pelotas, foi tratada nesta quarta-feira (16), durante reunião articulada pelo deputado Afonso Hamm com o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em Brasília.

Com a presença do secretário de Fiscalização de Infraestrutura Rodoviária do TCU, Luiz Fernando de Souza, e do superintendente regional do DNIT/RS, Delmar Pellegrini Filho, foram discutidos os impasses referentes ao preço do asfalto e dos reajustes dos contratos das obras da rodovia. Com a adoção da nova política de preço da Petrobras, única fornecedora do asfalto, os aumentos no valor do insumo começaram a ser mensais, enquanto os reajustes dos contratos são anuais, motivo pelo qual as empresas paralisaram as obras em trechos que só dependem da pavimentação para serem liberados.

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Conclusão da rodovia, Afonso Hamm destacou a necessidade de reavaliação dos contratos pelo DNIT. “O que estamos buscando é o reequilíbrio econômico-financeiro dos contratos, para que as empresas retomem as obras e entreguem os trechos que dependem apenas do asfaltamento. Nossa preocupação é cessar os acidentes e as mortes na BR-116, além de dar capacidade competitiva para a região Sul do Estado, especialmente nessa época de safra”, afirmou.

Segundo dados apresentados pela Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (Sergs), o preço do asfalto aumentou 123% nos últimos anos pela Petrobras, e a correção do DNIT no mesmo período foi de 57%, o que ocasionou uma defasagem nos contratos.

Foto: Divulgação

Publicidade: