Gazeta Regional Região

A dor de quem perdeu parentes na BR-116


20/04/2018 - Fonte:

Entre os temas debatidos na tarde de hoje (20), o Painel RBS “Duplicação Urgente” trouxe o depoimento de familiares que perderam pais, filhos e tios, vítimas de acidentes de trânsito na BR-116.

Os depoimentos têm como ponto em comum não só a dor pela perda de entes queridos. Cada um, a sua maneira, também partilha do engajamento na luta pela duplicação da rodovia.

Em relato comovente sobre a perda do filho José Júlio Bartz Coutinho, de 24 anos, a empresária Rosemeri Bartz refletiu: “É claro que a viabilidade econômica da obra conta, mas para nós não são só números. São projetos de vida de uma família inteira que foram interrompidos”.

Foram registrados 255 acidentes, com 31 mortes nos últimos 12 meses na BR-116. Ao todo, foram 184 mortes desde que as obras da duplicação começaram, há seis anos.

Publicidade: