Gazeta Regional Camaquã

Gerente da Corsan atesta qualidade da água distribuída em Camaquã


14/04/2018 - Fonte:

Em entrevista nesta sexta-feira (13) ao comunicador Gilberto Funk, da Rádio Camaquense, a gerente da Corsan de Camaquã, Cláudia Viana, explicou que a Companhia realiza um rígido protocolo de controle da qualidade da água. “Semanalmente são enviadas amostras para análise no laboratório central da Corsan, em Porto Alegre. Duas a três vezes por semana os funcionários do laboratório também coletam amostras da água em todos os municípios da região para análise da presença de agrotóxicos”.

Outra questão abordada foi a “água vermelha” ou “água turva” que chega pela rede de distribuição, gerando um grande número de reclamações e levantando dúvidas por parte dos clientes em relação à qualidade da água. Cláudia afirma não se tratar de barro, como acreditam muitos usuários. “A água vermelha nada mais é que resíduos de manganês que se depositam nas paredes das tubulações antigas, e que são liberados devido a alta pressão na rede quando se faz a manutenção”. Ela explica que quando identificam a presença de ar ou água vermelha nas tubulações, os técnicos da Corsan fazem o expurgo, ou seja, abrem os hidrantes até que a água fique límpida novamente.

“A qualidade da água distribuída em Camaquã está entre as melhores do Estado”, finaliza.

Publicidade: