Gazeta Regional Camaquã

Moradores se articulam para combater a criminalidade


12/03/2018 - Fonte:

Os moradores da Cohab em Camaquã estão se articulando para combater a criminalidade e tentar reduzir a quantidade de crimes que vivem e presenciam constantemente. Eles preparam reuniões para esta semana, na busca de alternativas ao problema.

Antônio Marcos da Silva Viégas (foto) é um dos moradores que está à frente do movimento e relata o que vivem os moradores do bairro. “Situação difícil no nosso bairro e creio que todos compartilham deste mesmo sentimento. Nos sentimos acuados e não vemos mais policiamento na rua. Todos tem uma história para contar. Se não foi roubado, teve alguém muito próximo que passou por isso”, lamenta ele, avaliando: “A criminalidade está subjugando a comunidade e o poder publico está desarticulado”.

As reuniões que ocorrerão nesta semana objetivam justamente mudar o cenário. “Estamos pedindo ajuda para fazer alguma coisa. Vamos debater com respeito, com boa vontade. Este sentimento é comum da nossa comunidade e creio que em todos os bairros. Pedimos que olhem para a situação com atenção. Queremos diálogo para ter um diagnóstico, para ter uma realidade do que está acontecendo. A partir disso, criar mecanismos para combater”, argumenta.

A ideia é chamar a atenção dos órgãos e da sociedade. “É preciso fazer alguma coisa. Se não se fizer agora a conta vem mais tarde”, acredita ele. Em sua opinião, é necessária a criação de uma Secretaria Municipal de Segurança Pública, para promover a articulação de todas as forças, do Estado e da União para realizar as ações necessárias. “Não vemos um órgão que discuta, que reúna um diagnóstico da criminalidade”.

Um primeiro encontro acorrerá nesta terça-feira (13), às 18h no Clube da Cohab, com presença dos moradores locais. No entanto, o convite é aberto a moradores de todos os bairros, já que o problema ocorre na cidade toda. Já na sexta-feira (16), ocorrerá um segundo encontro às 15h no mesmo local, e deve contar com a presença do prefeito Ivo Ferreira.

Foto: Gazeta Regional

Publicidade: