Gazeta Regional Camaquã

Infestação de mosquitos da dengue é registrada em 8 a cada 10 municípios do RS


22/04/2021 - Fonte: G1 RS
Duas pessoas já morreram em decorrência da doença este ano no estado. Região de Erechim é a com o maior número de casos. Especialistas alertam para cuidados contra transmissão.

O Rio Grande do Sul tem 409 municípios com registro de infestação pelo Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, segundo o Informativo Epidemiológico de Arboviroses divulgado nesta quinta-feira (22) pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS).

 

Lembrando que o ultimo dia D no combate contra a propagação da dengue foi ainda no mês de março de 2020, a  Secretaria Municipal da Saúde, através da equipe do Centro Municipal de Vigilância em Saúde identificou mais dois focos do mosquito Aedes aegypti no município de Camaquã. Através do monitoramento realizado pelos Agentes de Controle de Endemias foram encontradas larvas do mosquito causador de doenças como dengue, febre amarela, zika e chikungunya, em duas localidades do município, nas ruas Capitão Adolfo Castro e Walter Kess.
 
A Secretaria da Saúde, por meio Centro Municipal de Vigilância em Saúde intensificou os trabalhos de fiscalização nos arredores dos locais, realizando ações em de área de 300 metros dos pontos onde foram encontrados os focos, como também já foram tomadas medidas para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Das 497 cidades do estado, 82% delas, ou cerca de oito a cada dez, estão infestadas. O número é o mais alto da série histórica, iniciada em 2000, pelo Sistema do Programa Nacional de Controle da Dengue.

Do início do ano até o dia 17 de abril, o RS registrou 1.963 casos de dengue, sendo 1.577 apenas na região de Erechim, no Norte do estado. Duas pessoas morreram por causa da doença em 2021, uma em Erechim e outra em Santa Cruz do Sul.

Por: Junior Meirelles / Gazeta Regional Online

Publicidade: