Cultura e Lazer

Coletivo Camaquarte: Thiago 'Pingo' fala sobre o movimento


25/02/2021 - Fonte: Rádio Camaquense

O artista participou do programa "Camaquense News", na Rádio Camaquense.

 No fim de tarde desta quarta-feira (24), o atleta e artista Thiago 'Pingo' participou do programa Camaquense News, na Rádio Camaquense.

 Na oportunidade, ele falou sobre o coletivo Camaquarte.

" O Camaquarte, pra quem ainda não conhece, tem uns 3 anos, começou na feira do livro, em frente ao Coliseu. De começo tinha o Selismar, que é uma artista local, o Alexandre Britz, a Elisa Kisner e o Victor Schmegel. O pessoal se reuniu, uma galera bem talentosa, que desenha bem e fotografa bem. O projeto é mais focado em artes visuais. Fotografia, vídeo, quadro, grafites... tudo agradável aos olhos.

Rádio Camaquense:" Quantos compõe atualmente o coletivo?"

Pingo: "São dezessete, entre artistas e estudantes. De artistas profissionais temos 5 ou 6 que são muito bons mesmo e acrescentam muito para nossa região. Pena não termos muito espaço para mostrar o trabalho deles. Mas estamos buscando isso através do coletivo."

" O objetivo foi mais pro lado da profissionalização dos artistas. Muitas pessoas acham que é só um hobby. Claro que é algo prazeroso, mas não deixa de ser um trabalho".

Rádio Camaquense: " Quais os próximos projetos do coletivo?"

Pingo: " Temos mum projeto que começa semana que vem e vai ser muito legal! Eu e um colega fomos contemplados através da Lei Aldir Blanc. Temos agora um projeto bem na entrada da cidade, onde vamos fazer um grafite sobre a origem da nossa cidade. Vai ser " Origens" o nome do mural. Lá vai ter um índio gigante, da época aqui da fundação da cidade, que deu início ao nome do município. Pouca gente sabe o que Camaquã significa, significa 'Rio Forte'. Então vamos fazer um mural pra desenvolver as imagens com os índios, correntezas, igrejas, todo aquele simbolismo que aconteceu. Uma homenagem aos índios que hoje estão um pouvo abandonados. É um pouco triste, mas através da arte vamos tentar resgatar um pouco disso", disse o artista

 Rádio Camaquense: "Thiago, o projeto já teve uma exposição que ocorreu no ano de 2019. Como foi o evento e a participação do público?"

Pingo: " A exposição durou duas semanas. Foi no Centro Administrativo. Recebemos muitas escolas, que era nosso foco principal. Escolas e crianças. Tivemos uma abertura bem legal. Foi a primeira vez que tivemos uma exposição coletiva na cidade, até de artistas mais modernos, da arte moderna, que gera um interesse por ser mais colorido e enfim. Sei que recebemos mais de 1000 pessoas no evento".

1º CamaquARTE

Rádio Camaquense: " Fora da cidade, onde tem outras intervenções do Camaquarte?"

Pingo: " Temos ali no município de Cristal, fizemos o 'grafitaço' ali nos pilares da ponte. Conseguimos fazer através da Secretaria da Cultura de Cristal. Ficou bem legal lá".

Coletivo Camaquarte - Home | Facebook

 O coletivo tem um projeto muito legal, espalhando a "arte urbana" por Camaquã e região. 

 Você pode acessar o documentário do coletivo e ver mais detalhes da exposição clicando aqui.

 Confira abaixo,  fotos do projeto dessa galera!

 Por: Claudenir nSodré/ Gazeta Regional Online

Imagens: Coletivo Camaquarte

 

 

Publicidade: