Gazeta Regional Estado

Ministério público e Polícia Civil deflagram operação para investigar irregularidades nas eleições na Região Central do Rio Grande do Sul


26/11/2020 - Fonte: Jornal O Sul

Conforme informações obtidas pelas autoridades, licitações teriam sido fraudadas no município de Agudo com fins eleitorais.

 Na manhã desta quinta-feira (26), o Ministério Público do Rio Grande do Sul juntamente da Polícia Civil deflagraram a Operação Patrulha do Ouro, cumprindo seis mandados de busca e apreensão, expedidos pela 119ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Sul em residências e empresas do município de Agudo, na Região Central do Estado.

 Possíveis irregularidades cíveis e criminais ocorrigadas no ano de 2020 estão sendo apuradas pela investigação. Entre elas, associação criminosa, corrupção eleitoral, abuso de poder econômico, fraude de licitação e captação ilícita de sufrágio.

 Conforme informações que foram obtidas pelas autoridades, os investigados teriam fraudado licitações no município com fins eleitorais. Após analisar celulares, documentos e anotações apreendidos na operação, o MP irá verificar se novas diligências são necessárias e também, caso os elementos colhidos sejam suficientes para concluir a análise dos fatos, as providências cabíveis serão tomadas.

 A Delegacia de Polícia de Agudo coordenou a operação em conjunto com uma força-tarefa do Ministério público e apoio da Delegacia de Polícia Regional de Santa Maria.

Por: Claudenir Sodré/ Gazeta Regional Online.

Imagem: Jornal O Sul