Gazeta Regional Economia

INSS realizará a prova de vida de seus beneficiários pelo celular


10/07/2020 - Fonte: Claudenir Sodré

A prova de vida é feita uma vez ao ano

 O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) irá começar a realizar a prova de vida de seus beneficiários através do celular, de maneira digital. Um projeto-piloto com 550 mil beneficiários de todo o Brasil deve iniciar em agosto, informou o presidente do órgão, Leonardo Rolim.

 Em um primeiro momento, o mecanismo será feito por meio de reconhecimento facial, com o uso da câmera do celular, para  quem já tem carteira de motorista ou título de eleitor digital. “A pessoa vai poder fazer a prova de vida em casa”, disse Rolim. No futuro, o INSS também vai incorporar o uso da biometria por meio da chamada “digital viva”.

 O foco do piloto são as pessoas que deveriam ter feito a prova de vida logo antes da suspensão da exigência, em meados de março, por causa da pandemia do novo coronavírus. Ou seja, beneficiários que fizeram aniversário em janeiro ou fevereiro, por exemplo. O ponto de partida do projeto vai incluir cerca de 1,5% dos 36 milhões de beneficiários do INSS.

 A prova de vida é feita pelo segurado a cada 12 meses para comprovar que ele está vivo. Esse procedimento é obrigatório para que o benefício continue sendo pago.

 Pelas regras atuais, a prova de vida é feita na agência bancária, ou seja, requer que o beneficiário se desloque e se apresente presencialmente ao banco. Em casos de impossibilidade de locomoção ou se o segurado tiver mais de 80 anos, o procedimento pode ser feito em seu domicílio por um servidor do INSS.

“O objetivo é minimizar ao máximo a necessidade de as pessoas irem ao banco ou à agência do INSS para fazer prova de vida, buscando simplificar a vida das pessoas.”

Afirmou o presidente do instituto.

 

Publicidade: