Gazeta Regional Alvorino

Fique de olho nos Fake News


27/04/2018 -

Este é um ano de eleições no Brasil, e sem dúvida, estas serão totalmente influenciadas pelas mídias sociais, mais do que em todos os tempos. Até 2016, a utilização destas era restrita, e seu alcance limitado. O Brasil, na atualidade é o país com maior número de usuários no Facebook no mundo, atrás somente da Índia e Estados Unidos, mas também se destaca no Twitter e em outros aplicativos. Trump venceu nos Estados Unidos em 2016 crivado de acusações de ter se utilizado de Fake News (notícias mentirosas) em prejuízo de sua adversária Hilary Clinton. Não se crê que no Brasil haja a influência de potencias externas como no caso americano, todavia o perigo de fraude informativa doméstica por dinheiro ou convicção política é alto, pois grande parte da população brasileira sofre com deficiências educacionais. Há eleitores crédulos e ignorantes. Para fugir de notícias falsas é muito simples: É só jogar no Google e ver se tem jornais de grande circulação noticiando o caso. Se não tiver, certamente será Fake! Fique de olho!

Foto: Reprodução

Unidos pela conclusão


25/04/2018 -

Na última sexta-feira a região Sul do Estado uniu-se e em Camaquã debateu rumos que nos levem a conclusão da duplicação da Br-116. Representantes de todos os municípios que margeiam a Br, políticos de todas as siglas, deputados Estaduais, Federais, prefeitos e até um Senador da República, aqui estiveram para apoiar este movimento mais do que justo. A Br 116 Sul precisa ter sua conclusão, pois por aqui passa a riqueza do Rio Grande para o Super Porto. De cada 4 containers que transitam nas nossas rodovias, 3 utilizam a 116. Além dos acidentes, das mortes, das histórias contadas, das muitas famílias que residem às margens da Br, muitos fatos a relatar. A união de todos resultou em um abaixo-assinado que será encaminhado esta semana pelo Senador Lasier Martins ao Presidente Temer para que o mesmo se sensibilize e libere mais recursos neste ano, e o que falta para a conclusão da obra no próximo ano. Todavia sabemos que a pressão deve continuar, caso contrário  nossa rodovia ficará inacabada. Entretanto sentimos que é através da luta, da pressão que teremos um resultado positivo para a questão!

Chegou a hora do BASTA!!!


10/04/2018 -

Em boa hora nossas entidades de classe, a ACIC e o Sindilojas, vendo o descaso com que nosso município é tratado pelos paraquedistas que por aqui aportam só com o objetivo de levar os votos e depois nunca mais aparecem por aqui, reuniram-se para deliberar sobre que candidatos recomendar a seus afiliados para votar. E com consciência estão recomendando que todos votem apenas em candidatos com domicilio eleitoral em nossa região. Ergo os meus aplausos para a decisão, pois é com esta conscientização que poderemos ter um município mais forte. Mas que isso não seja apenas um desejo! Queremos que a medida seja colocada em prática, pois temos condições objetivas para eleger deputados estaduais e federais. Chega de entregar nosso voto em vão. Queremos gente daqui, pois só estes desejam o nosso bem. Por pior que seja o eleito, será melhor do que os que nos trazem migalhas achando que estão fazendo muita coisa! Chegou a hora do BASTA!!!

Novas Viaturas

Começamos a semana com entrega de novas viaturas ao município de Camaquã com a finalidade de robustecer o parque viário de nosso 30º BPM. Elas se fazem, com certeza, necessárias, pois o sucateamento das atuais é evidente. Também foram entregues pela Secretaria de Segurança do Estado novas viaturas para São Lourenço do Sul, Canguçu, Pelotas e Rio Grande. Evidente que ajudarão, todavia se faz necessário que o Estado aumente o efetivo de brigadianos em todos os municípios, não só no nosso, eis que o que estamos presenciando são muitas viaturas vazias, com as sinalizações ligadas e sem nenhum policial. Isto é piada, pode surtir efeito em um primeiro momento, mas logo a seguir a farsa é descoberta. As viaturas são benvindas, porém não substituem aqueles que de fato nos dão segurança. Esperamos que não fique só nisso e que em breve tenhamos por aqui a visita do secretário anunciando quantos policiais mais serão designados para a Camaquã, pois roubos, assaltos e violência ocorrem diariamente, embora o esforço de nosso Batalhão, Eles são insuficientes para conter o número de delinquentes que atacam diariamente nossa população. A sociedade não suporta mais este descaso de quem tem responsabilidade de decidir a questão!

Chega de política!

Sem muito alarde, assistimos recentemente um abandono à política de um nome que disputou as últimas eleições para prefeito em Camaquã. Robson Vieira Marques, desiludiu-se com a política e desfiliou-se do Progressistas! De início achamos que a razão era unir-se a outra sigla, todavia, surpresos, verificamos que isto não se confirmou. Robson voltou-se para a iniciativa privada, resolvendo reiniciar de onde saiu para a carreira política. Desiludido com os rumos que a política tomou nos disse que agora quer dedicar-se ao seu trabalho na atividade privada local e a sua família. Desejamos ao caro amigo muito sucesso e felicidades!

Prá você pensar:

“O preço da liberdade é caro. Viver livre não é para os fracos”. (Clara Aguilar)

Hospital presta contas


03/04/2018 -

No dia 28 de março, como faz todos os anos na última quarta deste mês, o HNSA realizou Assembléia Geral Ordinária da Fundação, com a finalidade de apresentar o relatório de atividades e demonstrações financeiras do complexo, que foi aprovado por unanimidade pelos mantenedores. Segundo o Superintendente da Fundação, Antônio Omar Machado, o exercício foi concluído de maneira equilibrada apesar do momento de crise pelo qual passa o país. O orçamento do hospital em 2017 foi de cerca de 37 milhões de reais, valor significativo para a Instituição. Ocorreu também a inauguração da revitalização do centro de imagens do hospital, com um investimento de cerca de R$ 433 mil. Neste local estão situados dois aparelhos de Rx, sendo um deles recentemente adquirido com recursos do Corede Centro-Sul, um aparelho de ecografia e um de mamografia. Outra excelente notícia foi a da renovação do Contrato do Estado com o Hospital até março de 2019, já publicada no Diário Oficial. Agora a Fundação está em busca de novas alternativas de recursos para sua manutenção.

60% da BR-116 concluída

A última coluna publicada neste espaço foi escrita em 19 de março e também teve como um dos temas abordados a Br-116 e as dificuldades para a sequência das obras e a falta de recursos. Depois me envolvi com o nascimento de meu neto, o Bernardo, e hoje volto a escrever sobre o mesmo assunto. Vão dizer: mas que falta de imaginação! Mas olha esta questão prá mim é uma das mais importantes no momento, pois tenho respeito a vida e esta obra tem ceifado inúmeras de forma terrível e isto me faz sofrer junto com as famílias envolvidas neste grande número de perdas. No dia 29 de março, aconteceu uma reunião importantíssima em Camaquã, promovida pela Frente Parlamentar para Acompanhamento das Obras e Defesa da Conclusão da Duplicação da BR-116, presidida pelo Vereador Marco Longaray, realizada com autoridades e lideranças municipais de Camaquã, com a  presença do superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), engenheiro Hiratan Pinheiro da Silva. Dentre as informações salientou que cerca de 60% dos serviços estão executados, a duplicação da BR-116/RS está com 98,5% da sua extensão de 211,2 km, entre Guaíba e Pelotas, com algum tipo de trabalho iniciado. Em valores já foram investidos no empreendimento mais de R$ 791 milhões e são necessários outros R$ 550 milhões para concluir a obra. Para este ano estão garantidos R$ 99,5 milhões. Só estas informações já são alentadoras, porém é preciso mais para a conclusão breve do empreendimento!

Camaquã e os alagamentos

Um dos temas que gera preocupação nos munícipes e administradores é a questão dos alagamentos e vemos com satisfação que este tema é contemplado pela duplicação conforme projeto apresentado pelo DNIT. Os trabalhos no Lote 5 (km 397,2 ao 422,3) foram comentados de forma explícita. Entre as principais dúvidas estava o acesso das comunidades lindeiras à rodovia. Os alagamentos dentro do município foram tratados na reunião. “A drenagem da rodovia contará com três tubulações de mais de três metros de largura e 3 metros de altura para dar vazão à água. E depois de concluirmos as obras da pista nova iremos adequar a tubulação da pista em operação. Portanto, a duplicação da rodovia não afeta a drenagem na área urbana de Camaquã”, garantiu Hiratan. A construção das passarelas, preocupação levantada pelos participantes, foi esclarecida que no projeto original da duplicação estão previstas duas passarelas para Camaquã, uma no km 395,350 (em frente à Blue Ville) e a outra no km 395,820 (próxima à Escola Municipal de Ensino Fundamental Cândido Rodrigues de Freitas), porém serão construídas em um outro projeto”, anunciou o superintendente.

Prá você pensar:

“Não há uma estrada real para a felicidade, mas sim caminhos diferentes. Há quem seja feliz sem coisa nenhuma, enquanto outros são infelizes possuindo tudo”.(Luigi Pirandello)

Duplicação da BR-116 é o assunto


20/03/2018 -

A duplicação está entre a predileção nas pautas das reuniões realizados no nosso município, e creio eu, em todas as reuniões realizados na Região Sul do Estado. É impossível ficar assistindo calado aos acidentes, as mortes, os feridos, o sofrimento causado a todas as famílias sem tomar uma atitude com tamanha irresponssabilidade política de nossos governantes, Trata-se de uma das maiores prioridades existentes na região. A obra não segue, exclusivamente, pela falta de recursos e sem dinheiro ficaremos ainda muitos anos sem que acabe a cosntrução desta rodovia que é fundamental para a região. Trata-se de um corredor para o super Porto de Rio Grande e elo de ligação entre os municípios que margeiam a rodovia e a Capital do Estado. É fundamental para o escoamento das nossas riquezas, eis que nosso modal de transporte principal é o rodoviário e sem estradas tudo fica inviabilizado. Tendo em mente está importância teremos nos próximas dias duas reuniões aqui em Camaquã para tartar deste assunto: A primeira será dia 29 de março, no  auditório Zilda Maria Azambuja entre o Presidente da Frente Parlamentar para acompanhamento do assunto, Vereador Marco Longaray, o Superintendente Regional do DNIT, Sr. Hiratan Pinheiro da Silva e o Poder Executivo, para a apresentação de um projeto de duplicação, a partir da Vila São Carlos até o trecho de acesso a Chuvisca, RS-350. A outra reunião sera dia 20 de abril no auditório do SESC Camaquã, com a presence de autoridades da região Sul e nossos representantes para discutir a distribuição insuficiente de recursos que vem acontecendo até o momento. Temos de participar em todas elas.

Prefeito palestrou na ACIC

E a meu ver se saiu bem! O Prefeito Ivo, em sua palestra aos associados da ACIC, autoridades e convidados que lotaram o salão da Associação, prestou contas de sua gestão em 2017. Salientou a queda brusca da arrecadação o que causou dificuldades na execução das políticas públicas do município. Mesmo assim, segundo Ivo, conseguiu concluir projetos iniciados no Governo João Carlos, os desafios enfrentados e as obras realizados por cada secretaria. Para 2018, tem planos sendo que o principal deles é a aquisição de equipamentos para asfaltar o município. Para finalisar respondeu a diversos questionamentos dos presentes!

Em Abril pague o IPTU

Será dia 08 de abril o vencimento do IPTU em Camaquã para quem deseja quitar o compromisso em parcela única, com desconto. No Controle Geral do último sábado, Jane Leite, Secretária Municipal da Fazenda de Camaquã, apresentou os números do encerramento de contas de 2017 no município e falou sobre a arrecadação do IPTU, que terá em 2018 um reajuste de 2,80%. Quem pagar antecipadamente, até o dia 08, terá um desconto de 10% no valor. Os demais poderão parcelar, como em anos anteriores. Sobre a inadimplência, Jane salientou que ao redor de R$ 10 milhões é a dívida dos contribuintes com o município e que estes podem renegociar seus débitos em atraso até o dia 31 de março aderindo ao Refis municipal. A Secretária esclareceu que o imposto não sustenta os custos do município, porém seu pagamento é fundamental para a realização das obras necessárias.

Prá você pensar:

“Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e pensar no passado, poderá obter prazer uma segunda vez”. (H. Jackson Brown Jr)

Foto: Gazeta Regional

COLUNISTA

Alvorino Osvaldt

Advogado e apresentador do programa Controle Geral da Rádio Camaquense.